05/08/2015

Tag Assumindo o Cabelo Natural - PTDA #5

Olá amores! Tudo bom?
Estavam com saudades?! (Brinquei) hahaha

     Bom, quem me acompanha pela Page do Blog já viu algumas fotos minhas com os cabelos "naturais", sem escova. Sim! Decidi assumir meus cabelos!!! E quero viver essa decisão juntinho com vocês.

     As perguntinhas peguei do vídeo que assisti da Rayane Barbosa (me identifiquei muito com ela). Minha meta é responder essas perguntas agora no início da transição capilar e responder novamente no término da transição para comparar minhas respostas e se houve evolução ou não. Ok?!




Vamos lá?


  • Qual era sua relação com seu cabelo natural?



(Com toda certeza essa resposta teria que ser postada em vídeo, porque é muitooo longa, mas vou resumir). Eu não tinha um gosto: GOSTO ou NÃO GOSTO. Era meu cabelo e ponto final. Tive meu cabelo virgem até minha mãe decidir por mim que era a hora de alisar... Pois é, a decisão não foi minha, foi da minha mãe por achar que cabelos com volume dava muito trabalho (meu cabelo na época não era cacheado, apenas ondulado, mas com muitooo volume). Essa fase de alisar foi com mais ou menos 13 anos. 

  • Já sofreu discriminação/preconceito em relação aos seus cabelos naturais?

SIM! Justamente pelo fato de não ter definição de cachos e muito volume. Na época da minha adolescência eu tinha amizades com mulheres mais velhas e todas com cabelos alisados. Então ficavam dizendo para a minha mãe: "alisa o cabelo dessa menina que dá muito trabalho", "é muito volumoso", "é ruim", "cabelos para 10 cabeças"... essas coisas.

  • Foi uma decisão fácil reassumir seus cabelos?

Não! (essa resposta também daria para responder em vídeo) Na verdade passei por uma situação BEM chata, MUITO chata e por isso decidi caminhar para ter meus cabelos naturais de volta.

  • O que fez você mudar de opinião e voltar a ter o seu cabelo natural?

A prisão. Cansei de ser prisioneira da chapinha, do secador, da química, de estragar meus cabelos...

  • Como foi sua transição (como está sendo minha transição)?

Fácil (e não é mentira nem fingimento). Foi uma decisão MINHA. Quando a gente faz algo que quer acaba sendo fácil, gostoso, legal e ponto final! Algumas pessoas acham constrangedor passar pela transição por causa da raiz alta, cachos indefinidos, essas coisas,, mas estou levando numa boa.



  • Teve (tem) apoio de alguém?

Sim. Do meu próprio "eu" (rsrsrs), do meu esposo, da minha filha e de algumas pessoas que curtem as fotos que posto no Face (hihihi). Deixando as brincadeiras de lado, meu esposo super amou a ideia, minha filha também (ela tem cachos maravilhosos) e quanto aos demais, não tenho muitos amigos e os poucos que tenho estão achando diferente, me chamaram de louca, mas apoiaram sim...


  • Usou ou usa algum tipo de química?

Química alisante: Alisante de mercado (não lembro a marca) quando adolescente. Depois comecei com a escova progressiva. Depois definitiva e por fim, apenas selagem (últimos meses). Sempre com intervalo de no mínimo 6 meses.
Química que altera a cor: Todas as cores que meu cabelo aguentou, rsrsrsrs. Azul, Roxo, Preto, Loiro - mechas, luzes, reflexos, Vermelho, Rosa... Acho que só (rsrsrs). Pretendo em breve ter umas mechas coloridas.


  • Como é sua relação com seu cabelo atualmente?

Ótima, e quero que melhore a cada dia! Sei que ele está muito "abatido". Maltratei muito ele e agora quero correr atrás do prejuízo e dar muito amor e carinho para ele. O meu primeiro passo foi acabar com a química alisante, talvez depois eu decida não mexer mais na cor dele (vai depender da minha conversa com ele, hahaha), mas por enquanto: sem química alisante, hidratação, nutrição, reconstrução e muito amor e carinho (atenção total)!



Bom meus amores, é isso. Uma tag bem legal que adorei responder. 
Espero que vocês tenham gostado e quero muitooo responder novamente todas essas perguntas quando finalmente eu me livrar da química alisante dos meus cabelos.

Bjinhos e até amanhã (estamos em PTDA, VEDA para blog - Post Todo Dia de Agosto).