23/09/2016

E se amanhã ou depois eu não estiver aqui?




   E se amanhã ou depois eu não estiver aqui? Se a vida se despedir de mim com um simples 'adeus'? Apenas chore! Nos primeiros minutos que souber da minha partida, chore. Deixe passar lembranças em sua mente... Depois do choro, SORRIA! Isso mesmo. Lembre do meu sorriso, da minha vontade de viver, das minhas besteiras. E siga. Porque o momento de demonstrar o sentimento já vai ter passado; não precisa me enfeitar com flores, minutos depois elas morrerão, assim como meu semblante pálido no caixão. Se tiver de me amar, que seja agora, porque talvez o amanhã não chegue; se tiver de demonstrar, que seja hoje, porque depois da despedida, já não me importará. (Kedyma Dantas)